segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

realize.

Sobre os sonhos
Somem os homens
Desfigurando as possibilidades
Fogem os homens dos seus sonhos
Acalentando de suor a vida
Que não segue a tempos
O dever a que lhe trás:
Fazer o homem acordar do imenso conformismo
Da contradição entre o
Sonho e a realidade
Que deviam desde cedo completa-los

Esperando o céu,
Força de vida
Deixa de lado a pura vontade
Deitada aos sonhos que nunca tornarão realidade
E acordar delirado no céu
Que nada mais foi a vida
Do que não a felicidade
Mas o medo, a fraqueza e a descrença,
E agora todos os sonhos
Se tornaram pecado
Por não ter tido coragem de deixa-los ser de verdade.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

across the universe

A revolução acontece logo ali.
Em mim, uma introspecção infantil
A gritaria comove.
Mas em mim, um todo de anestésicos
Gente passa na avenida
Gente pra mim, urgentemente ensandecida
Caos de lutas inúteis
Navegam nas estações em todos os cais.
E no meu mar só inunda minha coragem
De permanecer trancada
Ao dó-de-mim
Onde nem os ventos invadem.
Fora de mim, um povo insaciado
Entorpecido
E meus ouvidos, ensurdecidos
Diante das passagens
Que não passam em mim.
 
Espelho.... Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino